O Libertino
\

O Libertino

O projeto Teatro em Movimento, da Rubim Produções,  traz a Belo Horizonte o elogiado espetáculo, “O Libertino”, com os atores Cassio Scapin, Luciana Carnieli, Luiza Lemmertz, Tânia Casttello, Erica Montanheiro e Daniel Warren. A peça narra um episódio ocorrido com Denis Diderot, um dos ícones do pensamento na França do século XVIII, que se retira para descanso num castelo na área rural de Paris, onde de urgência é solicitado para que escreva o verbete: Moral, para “A Enciclopédia”, obra que ele mesmo já vem se dedicando há muito tempo, como editor. A montagem fica em cartaz dias 14 e 15 de abril, sábado e domingo, no Teatro Sesiminas.

Em BH, o Teatro em Movimento tem o apoio cultural do Instituto Unimed BH, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

A adaptação de Jô Soares, que também dirige a comédia, mantém os diálogos elaborados com as mesmas ação e fluidez presentes na obra do francês Eric-Emmanuel Schmitt, apresentando questões relevantes como: conduta moral, ética, sexo, amor, relações de poder. O texto permite ao expectador divagar divertidamente por essas questões. “Assim que li “O Libertino”, fui logo atraído pela riqueza dos personagens e pela inteligência e humor do texto”, diz Jô Soares.

Essa comédia preenche uma lacuna onde humor e informação, diversão e cultura se encontram em uma obra que não se destina ao simples entretenimento. Retoma uma das funções da comédia, que é fazer pensar e discutir a condição do homem frente às questões morais e éticas da sociedade onde se encontra inserido. Além da divertida manipulação de conceitos e ideias, na peça vê-se outra característica importante da personalidade do filósofo: sua atração pelas mulheres.

Segundo Eric-Emmanuel Schmitt, “O Libertino” é a mais alegre de suas peças. “Um texto escrito numa primavera para celebrar a primavera”. Seu personagem principal, o filósofo Denis Diderot, que viveu de 1713 a 1784, é considerado, junto com Voltaire, um dos intelectuais precursores da Revolução Francesa. Muitos o julgam pioneiro da filosofia anarquista, devido ao seu pensamento de desprezo sobre a nobreza e o clero.

Cassio Scapin resolveu produzir “O Libertino” quando assistiu uma leitura dramática no ano de 2008 em Paris. “Assim que me deparei com o texto, fiquei fascinado com a inteligência e o humor ali presentes e percebi que seria um personagem ótimo para um ator na minha idade, e um assunto interessante de discutir, além de uma excelente comédia que  alia inteligência, informação e elegância”, conclui o ator.

Classificação: 16 anos

Duração: 90 minutos

  • Data
    14 e 15 de abril. Sábado às 21h e domingo às 19 horas.
  • Local
    Teatro Sesiminas - Rua Padre Marinho, 60 - Santa Efigênia - BH
  • Ingressos
    Antecipados: R$40 inteira e R$20 meia entrada. Nos dias de espetáculo: R$50 inteira e R$25 meia entrada.
  • Direção
    Jô Soares
  • Elenco
    Cassio Scapin, Luciana Carnieli, Luiza Lemmertz, Tânia Casttello, Erica Montanheiro e Daniel Warren
  • Outras Informações